top of page

UniSER participa de Audiência Pública para tratar da ausência de geriatras nas instituições de saúde

Drª. Margô Karnikowiski falou sobre as consequências da falta de geriatras na vida dos mais velhos

Geriatra é o médico especialista no cuidado de pessoas idosas, seja para tratamentos, como para diagnóstico e prevenção de doenças. Diante da importância deste profissional para uma velhice saudável, a Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, da Câmara dos Deputados, realizou audiência pública, nesta terça-feira (23), para discutir a falta de médicos geriatras nas instituições de saúde. A audiência foi proposta pela deputada Rogéria Santos (Republicanos-BA), que destacou que a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que haja um médico geriatra para cada mil habitantes.

A Coordenadora e Fundadora da Universidade do Envelhecimento (UNISER-UNB), Drª. Margô Karnikowiski esteve presente e falou sobre as consequências da falta de geriatras na vida dos mais velhos, tais como o uso exagerado de remédios, a dificuldade de avaliação da perda de vitalidade do idoso e da entrada na senilidade, o diagnóstico tardio de doenças e os custos elevados ao sistema de saúde pelo agravamento dessas doenças. Margô falou também sobre o Centro de Pesquisa Integrado UniSER, que conta com parcerias internacionais e busca estratégias utilizadas em outros países para serem aplicadas no Brasil.

Também participaram do debate a Especialista em Saúde do Idoso indicada pelo Ministério da Saúde, Ligia Gualberto, o Representante da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, Carlos Uehara, e a Vice-Presidente do Centro Internacional de Longevidade Brasil – ILC, Karla Giacomin.



26 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page