top of page

Aumento na Expectativa de Vida dos Brasileiros para 75,5 anos Após a Pandemia, Indica IBGE


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) divulgou hoje dados que revelam um significativo aumento na expectativa de vida dos brasileiros para 75,5 anos em 2022, em comparação com os 72,8 anos registrados em 2021. Este marco positivo, segundo o IBGE, representa uma recuperação após a diminuição causada pela pandemia de Covid-19.

De acordo com a Tábua de Mortalidade 2022, divulgada pelo instituto, a expectativa média de vida para homens foi de 72 anos, enquanto para mulheres atingiu 79 anos no último ano. Essa melhoria é notável em relação aos números de 2019, quando a expectativa de vida era de 76,2 anos.

O IBGE aponta que a diminuição na expectativa de vida desde 2019 foi influenciada pelo aumento das mortes relacionadas à pandemia de Covid-19. No entanto, com a aparente contenção da crise sanitária, observou-se uma reversão nesse cenário, indicando uma perspectiva positiva para o futuro.

A probabilidade de um recém-nascido não atingir um ano completo de vida em 2022 foi de 12,9 para cada mil nascimentos, com uma pequena disparidade entre os sexos, sendo 13,9 para meninos e 11,7 para meninas.

Para os brasileiros que atingiram a marca dos 60 anos em 2022, a expectativa de vida adicional era de 21,9 anos, com uma diferença notável entre homens (20 anos) e mulheres (23,5 anos) nessa faixa etária.

O relatório do IBGE também destaca a evolução significativa na expectativa de vida ao longo das décadas. Em 1940, um brasileiro nascido tinha uma expectativa de vida de 45,5 anos, um número que aumentou para 73,9 anos em 2010.

Esses dados positivos fornecem uma visão otimista sobre a trajetória da saúde e qualidade de vida no Brasil, sugerindo melhorias contínuas nas condições de vida da população. O IBGE continuará monitorando e divulgando informações relevantes para o entendimento da dinâmica demográfica do país.

29 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page